Saiba qual é a melhor dieta para ganhar massa muscular

Quando estamos buscando a melhor forma física para nós mesmos, geralmente pensamos em primeiro lugar nos exercícios. Na verdade, estabelecer e seguir com disciplina uma dieta para ganhar massa muscular é tão importante quanto levantar pesos.

Muitas pessoas mergulham na musculação com vontade, mas acabam se esquecendo da importância da alimentação na hora de ganhar massa muscular. Antes de começar, é importante consultar um nutricionista para obter a orientação profissional. Algumas dicas de dieta para ganhar massa muscular, porém, podem ser válidas para qualquer um que queira atingir a melhor versão de si mesmo.

dieta para ganhar massa muscular

O que faço para ganhar massa muscular?

Exercícios de musculação podem ser feitos tanto em academias normais quanto em casa, se você tiver o equipamento necessário. Depois de se informar com um profissional de educação física, há alguns truques rápidos para ajudar nos exercícios.

O treino deve ser feito de três a cinco vezes por semana, sempre de forma lenta. É importante resistir o máximo possível quando começarmos a sentir dor durante o exercício – mas respeitando nossos limites! Quando o músculo começa a doer, significa que as fibras responsáveis pela hipertrofia estão sendo queimadas

Os exercícios sozinhos, porém, não são suficientes para garantir uma mudança rápida e duradoura na nossa forma física. Para atingir a forma ideal, é preciso a combinação de três fatores: alimentação, treino e descanso – além de cuidar do corpo, é essencial que ele possa se recuperar dos treinos pesados, de modo a garantir a reparação e construção dos músculos.

Qual a melhor dieta para ganhar massa muscular?

A dieta para ganhar massa muscular, assim como outras dietas saudáveis, precisa ser balanceada, rica em proteínas magras e carboidratos integrais. Uma consulta ao nutricionista é importante antes de iniciar sua dieta.

Antes de mais nada, é essencial determinar um período de tempo entre cada refeição. Comer de três em três horas é o mais indicado – isto é importante para que o metabolismo permaneça sempre ativo.

Em relação aos alimentos em si, a dieta para ganho de massa muscular precisa ser rica em proteínas, carboidratos e lipídios. A proteína deve ser consumida em todas as refeições, uma vez que é responsável por fornecer os aminoácidos, necessários para o desenvolvimento dos músculos. Faça das proteínas alto valor biológico a prioridade, já que elas possuem todos os aminoácidos que não são produzidos pelo organismo e precisam ser obtidos através da alimentação.

O carboidrato é a fonte principal de energia para o corpo. É importante notar que se não houver carboidratos disponíveis, o corpo vai extrair das proteínas as energias das quais necessita, ou seja, ganho de massa muscular vai acabar prejudicado. Os carboidratos se dividem em dois tipos: os de baixo e os de alto índice glicêmico.  O primeiro tem absorção mais lenta e não causa picos de glicose no sangue. O outro, por sua vez, é rapidamente absorvido pelo organismo, gerando esse pico.

Outra fonte importante de energia para o organismo é o lipídio, envolvido na produção da testosterona e essencial no processo de crescimento muscular. Lembre-se também que o recomendado é o consumo das gorduras mono e poli-insaturadas, provenientes de fontes vegetais e de peixes.

Quais os alimentos ideias para ganhar massa muscular?

Agora que você sabe os tipos de elementos necessários, vamos falar na prática o que pode ser consumido: Arroz integral, feijão, quinoa, lentilha, grão-de-bico, ervilha, ovos, batata-doce, banana, azeites e óleos vegetais. Além do mais, suplementos alimentares também são importantes para completar a dieta para ganhar massa muscular, complementando as necessidades diárias de nutrientes, mais requisitados em quem pratica atividade física.

Saiba qual é a melhor dieta para ganhar massa muscular
Rate this post

Leave a Reply