Saúde

Saúde: Como viver saudavelmente?

saúde

Como manter um estilo de vida saudável em meio ao caos da vida moderna? É possível viver plenamente, com corpo e mente saudáveis, e ainda atingir todas as expectativas da sociedade, da família, dos amigos e do trabalho? Como conciliar um ritmo de vida que combine saúde e bem-estar?

Qualidade de vida, saúde e modernidade

Vida e saúde podem não ser sinônimos, mas saúde e qualidade de vida são. Ou pelo menos é assim que a Organização Mundial da Saúde (OMS) define saúde. Além de ser um estado de bem-estar físico, mental e social, levar um estilo de vida saudável significa melhorar não somente a expectativa de vida, mas também a qualidade dos nossos dias.

Em contrapartida, saúde e modernidade poderiam até ser antônimos. Apesar dos avanços tecnológicos e técnicos da medicina atual, os tempos modernos prejudicam a qualidade de vida enquanto constroem um discurso que afirma exatamente o contrário. Nunca fomos tão workaholics (viciados em trabalho) como atualmente.

A nova moda do século XXI, além do empreendedorismo, é o culto ao trabalho. Coloca-se o trabalho em um patamar alto nas relações sociais, sendo todos nós definidos pelo nosso trabalho.

Somos obrigados a trabalhar demais, sem reclamar e, além disso, somos obrigados a gostar de trabalhar demais. É parecido e relacionado com o que pode ser chamado de “ditadura da felicidade”. Acumulam-se nas redes sociais fotos de pessoas que se afirmam felizes a todo custo, compartilhando sua alegria a todo o momento para quem quiser ver.

Fonte de estresse, ansiedade, depressão, sedentarismo, entre outras enfermidades, a modernidade e a tecnologia mudaram bastante o modo como vivemos e mantemos relações sociais. Quem se beneficia disso é a indústria farmacêutica, que sempre cria a cura milagrosa para as novas doenças – manipuladas por ela mesma, é claro.

Modernidade, dieta e saúde

Além de influenciar negativamente nossa saúde psicológica e emocional, a modernidade também afeta nossa saúde física. Os alimentos que consumimos atualmente são, em sua maior parte, industrializados, carentes de nutrientes e cheios de aditivos alimentares prejudiciais à saúde.

Sem informação de qualidade sobre nutrição ou sobre os perigos dos alimentos processados (e até das frutas e vegetais, cobertas de agrotóxicos), a má nutrição faz parte de quase toda família brasileira. Ricos em gorduras e açúcares, os alimentos industrializados não acrescentam nem a metade de nutrientes da sua quantia total de calorias. Suplementos alimentares estão em alta justamente porque não encontramos nos alimentos todos os nutrientes que precisamos, e precisamos deles diariamente.

As consequências disso na saúde do organismo são múltiplas: crescem os casos de sobrepeso, obesidade e desnutrição. A alimentação adequada fica acessível apenas para quem dispõe de informação e renda suficiente para consultar médicos especialistas e alimentos orgânicos (bastante mais caros do que os alimentos processados).

É preciso mudar de hábitos alimentares, sim. Mas enfrentamos múltiplas dificuldades nessa jornada, que independem de nós. É preciso aprender a emagrecer com saúde, sim, e é preciso disponibilizar informações de qualidade sobre a saúde da mulher e do homem. Mas, infelizmente, a saúde pública é falha em todos esses aspectos.

As melhores dicas de saúde estão aqui

Para manter um estilo de vida o mais saudável possível, frente a todos os empecilhos que encaramos, separamos diversas dicas de saúde para você aqui no Saúde Online.

Os artigos presentes nessa seção oferecem informações sobre saúde e qualidade de vida, problemas de saúde comuns e tratamentos naturais. Não recomendamos o uso de nenhum medicamento sem recomendação médica e, sempre que possível, nos baseamos nas pesquisas científicas já feitas sobre os assuntos tratados. Aproveite o conteúdo para aprender mais sobre a saúde do seu corpo!